BREVE COMENTÁRIO DAS PRINCIPAIS RUAS E PRAÇAS DO MUNICÍPIO DE MARANGUAPE

PRINCIPAIS RUAS E PRAÇAS DE MARANGUAPE.

   Antonio Marques de Abreu

Filho de Maranguape, da tradicional família Abreu.

Era agricultor, tomou parte ativa na política deste município; sendo vereador, logo depois foi prefeito, administrando o município de1951 a1954, faleceu nesta cidade.

 

    João Leite

Abastado agricultor neste município.

Alto comerciante, gozava de um bom relacionamento, pois, era amigo de todos.

Aqui constituiu sua família.

Um grande benemérito da população, residiu por muito tempo em sua fazenda Papara.

Fixou residência em Maranguape onde criou sua família.

 

     Cel. Joaquim Sombra

Pertenceu à tradicional família Sombra Castelo Branco.

Exercia a profissão de farmacêutico.

Dada a carência médica na época, clinicava com muito acerto, em sua farmácia, onde era procurado por muitos.

Elemento de grande evidencia política, exerceu o cargo de intendente.

 

Rua localizada no Centro da cidade

Cap. Manoel Bandeira

Manoel Bandeira Campos, Coletor Federal. Durante sua permanência nesta cidade, promoveu uma homenagem póstuma ao grande: historiador Capistrano de Abreu, erigindo sua estatua, que ainda hoje se encontra na praça de seu nome.

 

Rua localizada no Centro da cidade (Bar Sinfrônio corte lateral dos Correios)

Sinfrônio Nascimento

Comerciante nesta cidade, homem de um bom coração, conquistou a admiração de seus patrícios.

 

Rua localizada no Centro da cidade (Corredor Cultural)

Major Agostinho Fernandes

Agricultor abastado deste município.

Foi Delegado. Não tinha grandes conhecimentos, mas era de uma presença de espírito muito grande.

 

Rua localizada no Parque Santa Fé (Praça)

Roberto Braquehais

Francês – Gerente de firma G. Gradavol & Filhos.

Voluntário da 2ª guerra mundial renunciando à própria família. Foi herói da retomada da França.

Voltando a Maranguape foi recebido com festas pelas autoridades locais, onde fez muitas amizades e criou seus filhos.

 

Rua localizada no Centro da cidade (Ref corte lateral da Casa da Cultura Capistrano de Abreu)

Dr. João Bezerra

João Augusto Bezerra, médico exclusivo desta cidade por 20 anos.

Deu aspecto de cidade a esta comunidade.

Por ocasião da revolução de 30, foi nomeado interventor.

Foi precursor da aplicação do meio-fio dos passeios.

Edificou uma moderna Avenida que ainda hoje é lugar de lazer do povo maranguapense.

Foi considerado o melhor Prefeito daqueles anos.

Foi também Deputado Estadual.

 

Rua localizada no Centro da cidade (Ref Micrel Benfio)

Chico Anísio

Filho de Maranguape, aqui passou a sua infância. É hoje considerado um dos maiores humoristas brasileiros, daí a homenagem prestada ao filho ilustre.

 

Rua localizada na Guabiraba (Ref Caixa d’água passando pela Escola Rio Grande do Norte)

Valter Lopes

Filho de Sobral chegou a Maranguape com 20 anos. Fazendeiro o comerciante, aqui implantou uma indústria de algodão.

Foi Prefeito Nomeado.

Chefe político nesta cidade.

Morreu com 67 anos, vitima de uma parada cardíaca em 1961.

 

Praça localizada no Centro da cidade

Francisco Colares

Filho de Quixadá chegou a Maranguape em 1921; Aqui trabalhou num armazém de propriedade de Major Napoleão Lima. Foi legista em Itapebussu.

Voltando à sede do Município, implantou uma padaria, onde incentivou seus filhos menores naquela época a trabalhar.

Fundador da 1ª Firma individual com o nome de Fco. Colares; tendo continuidade dada pelos seus filhos na ampliação de seus trabalhos, é que hoje temos o Grupo Colares.

 

Benoni Rodrigues

Filho de Maranguape, foi agricultor e comerciante.

Aqui residiu e constituiu sua família, que se compunha de 7 filhos.

Manteve por muito tempo a direção de comercio de carne, do mercado público.

Como comerciante foi de sua propriedade a fabrica de algodão Algomar.

 

Antonio Gomes Bessa

Filho de Maranguape, comerciante.

Abraçou a vida política, sendo vereador e vice-prefeito deste município.

Gostava de futebol, era um grande craque, chegou a ser fundador do América que ainda hoje se projeta no cenário futebolístico do Estado.

Foi representante das Casas das Máquinas.

Também foi um dos fundadores do Maranguape Futebol Clube.

Católico praticante encaminhou seus filhos a uma vida digna e honrada.

Presidente por muito tempo, das classes produtoras de Maranguape.

 

13 de Maio

Homenagem à data da Abolição dos Escravos

 

 

7 de Setembro

Homenagem à data da Independência do Brasil

 

Monsenhor Rosa

Joaquim Rosa – Filho de Tauá.

Foi vigário nesta Paróquia por quase 30 anos.

Um homem de grande respeito, possuidor de um coração generoso.

Atendia seus paroquianos com amor e dedicação.

Todos o estimavam.

 

Desembargador Pontes Vieira

João Jorge de Pontes Vieira foi desembargador, viveu sua infância nesta cidade.

Homem de valor, de tradicional família maranguapense, muito amigo de todos.

 

Rua localizada no Parque Santa Fé (Ref corte lateral da Escola Manoel Rodrigues)

Juscelino Kubitschek

Homenagem prestada ao ex-presidente de Republica, fundador da capital do Brasil – Brasília.

Mandou construir um dos maiores açudes do país – O Orós, na região Nordeste.

Na vida política foi Deputado Federal e Senador.

Grande médico e era possuidor de um coração generoso.

 

Afro Campos

Afro Tavares Campos desenvolveu por conta própria sua atividade no comércio.

Era moço simples, trabalhador, de aspecto modesto de instrução elementar.

De natureza pacifica.

Foi possuidor de uma grande prole: 21 filhos.

Canalizou água em Maranguape, sem ajudas oficiais.

Considerava Maranguape berço de sua esposa e filhos.

 

 

Praça localizada no Centro da cidade

Capistrano de Abreu

João Capistrano de Abreu (1853 – 1927).

Nasceu em Columijuba, distrito de Sapupara, neste Município.

Grande vulto da Literatura Brasileira foi também historiador. Recebeu no Rio de Janeiro, o titulo de “a maior glória” do magistério oficial brasileiro. Deixou vários livros valiosos para a posteridade.

 

Avenida localizada no Bairro da Outra Banda (Ref Rodovia Senador Carlos Jereissati)

Dr. Argeu Gurgel Braga Herbster

Conhecido como Dr. Argeu. Filho de Maranguape. Médico de renome, nasceu em 4 – 12 – 1911. Logo que terminou o curso primário, cursou o seminário.

Especialista em Pediatria, casou-se em 1949 em uma fazenda de sua propriedade Flexeiras e da qual foi oficiante o Cônego Heitor Vieira.

De espírito caridoso, atendia a todos que lhe procuravam. Sem medir esforços, dedicou grande parte de sua vida a profissão que abraçou.

Muito amado por todos, especialmente pela pobreza.

 

Cel. Manoel Paula

Primeiro Prefeito constituído do Maranguape.

Grande comerciante, industrial de algodão.

Nasceu e viveu em Trapiá, distrito de Sapupara, neste Município.

Foi líder político, chefe de Partido Conservador.

 

Cel. Antonio Botelho

Antonio Botelho de Sousa.

3 de Março de 1866 + 11 – 01 – 52. Nasceu em Maranguape, foi chefe político desta câmara. Foi Deputado Estadual.

Presidiu a Assembléia em 1921. Ocupou a promotoria deste Município. Chefe de Partido Democrata.

 

Rua localizada no Centro da Cidade (Ref Praça Senador Almir Pinto)

Mundica Paula

Matriarca da firma do mesmo nome. Iniciou sua vida austera e laboriosa no distrito de Itapebussu, onde criou seus filhos, originou e expandiu o artesanato maranguapense, com bordados e confecções.

 

 

 Rua que liga o Centro da cidade ao bairro do Alto Cemitério (Ref corte frontal da Casa da Cultura Capistrano de Abreu)

Raimundo Herbster       

1874 – 1941:

Ex – Coletor Federalem Maranguape. Homemaustero e metódico. Vivia para o seu trabalho e para o lar.

Pai do inesquecível Dr. Argeu e do vigário desta paróquia Monsenhor Mauro Herbster.

 

Stênio Gomes

Nasceu em Baturité, no dia 02 de janeiro de 1907. foi Bacharel pela turma de 1930 de nossa faculdade de Direito. Depois de formado, exerceu vários cargos públicos no estado, como sejam o de Promotor de Justiça, Procurador Geral do Estado e Procurador Fiscal.

Como político Militante, foi eleito Deputado Estadual em várias legislaturas e também Deputado Federal. Foi Vice-Governador do Estado e com o renunciado Governador Raul Barbosa, assumiu a direção do Governo Estadual.

Foi casado com Dona Maria Luiza Filomena Gomes da Silva e faleceu, em Fortaleza, no dia 29 de Julho de 1961.

 

Domingos Façanha

Filho de Maranguape criador e fundador da Sociedade Artística de Maranguape, sendo Presidente por longos anos.

Criou e fundou uma escola gratuita de alfabetização de adultos em 1914, de onde foi diretor e professor.

Foi chefe distrital da saudosa legião cearense do Trabalho, chefiada pelo General Severino Sombra.

Liderou por toda sua existência, o movimento, na Artística Maranguapense, promovendo festividades cívicas, desfiles, paradas e peças teatrais.

Era católico praticante, foi presidente dos vicentinos.

Tinha a profissão de ouvires, de onde tirava sua manutenção.

 

Rua localizada no Centro da cidade (Ref Caixa Econômica Federal/Solar dos Sombra)

Jose Fernandes Vieira

Filho de Maranguape exercia a profissão de comerciante.

Abraçou a vida política, onde exerceu por varias legislaturas e cargos de vereador e por 2 vezes Prefeito Municipal.

Faleceu em Fortaleza, vitima de uma parada cardíaca.

 

Napoleão Lima

Era alto comerciante em Maranguape e político militante de muito prestigio.

Incentivador e animador da mocidade, gostava de promover festas em sua própria residência.

Elemento líder comunicador de massa.

Era conhecido por muitos por “o velho moço”.

Vereador e Prefeito neste Município.

Filho de São Miguel (Rio Grande do Norte).

Major da Guarda Nacional e de muito Prestigio com o Presidente da República Epitácio Pessoa.

Observatório de Políticas Públicas de MaranguapeBREVE COMENTÁRIO DAS PRINCIPAIS RUAS E PRAÇAS DO MUNICÍPIO DE MARANGUAPE

BREVE COMENTÁRIO DAS PRINCIPAIS RUAS E PRAÇAS DO MUNICÍPIO DE MARANGUAPE

Veja Também os Posts Relacionados!

Ainda com sede por conhecimento? Veja o que encontramos no OBSERVATÓRIO com base neste assunto. Isso pode complementar seus conhecimentos.

Topo